//Números de março da SDS mostram 185 mortes a menos em Pernambuco

Números de março da SDS mostram 185 mortes a menos em Pernambuco

Pernambuco registrou uma queda de 33,58% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram 551 homicídios do tipo, de acordo com a Secretaria de Defesa Social (SDS). Foram 366 mortes registradas em março, ou 185 mortes a menos que março de 2017. Os números foram divulgados neste domingo (15), como acontece todos os meses, no portal da SDS. É o menor número na série de 19 meses. Antes disso, o maior número havia sido 362 CVLI, em agosto de 2016. De acordo com o secretário Antônio de Pádua, ainda não é motivo para comemorar. Ele afirma, no texto divulgado pela SDS, que é o terceiro mês consecutivo de reduções, mas “ainda estamos longe dos nossos objetivos, que são poupar o máximo de vidas que pudermos e aumentar a tranquilidade e sensação de segurança dos pernambucanos, do Litoral ao Sertão.”Durante o mês de março, não houve registro de CVLI em 89 municípios e 76 apresentaram reduções. No Recife, a redução entre março de 2018 e 2017 foi de 41,1% (56 em 2018, contra 95 em 2017).As principais motivações para os homicídios em março continuaram a ser o envolvimento com o tráfico de entorpecentes, os acertos de contas e outras atividades criminosas, que tiveram relação com 72,4% dos óbitos. Dos 366 CVLIs, 5 – ou 1,4% do total – foram de criminosos que entraram em confronto com policiais.Mulher: Quatro mulheres foram vítimas de feminicídios no mês, enquanto no mesmo mês do ano anterior foram 7, uma redução de 43%. Os casos de estupro também caíram, como ocorreu em janeiro e fevereiro. Em março de 2017, 203 vítimas desse tipo de crime registraram queixa. Um ano depois, 165 recorreram à polícia para denunciar um estupro sofrido durante o mês. As mulheres têm procurado mais as delegacias para denunciar a violência doméstica e familiar. No mês, 3.480 casos foram notificados, contra 2.837 em março de 2017. Um aumento de 22,66%.Em 2017, a SDS implantou mais uma Delegacia da Mulher, desta vez em Afogados da Ingazeira, no Sertão, e abriu uma nova unidade no Cabo de Santo Agostinho (Região Metropolitana).Investimentos: Em 2017, o Governo de Pernambuco aplicou R$ 4,46 bilhões na SDS, o maior volume de recursos já registrado. Para 2018, a previsão de orçamento está em R$ 5 bilhões. Esses investimentos possibilitaram um dos maiores reforços já vistos nas forças de segurança pública do estado. Desde setembro do ano passado, 2.822 PMs e 1.241 policiais civis (incluindo 140 delegados) e científicos foram nomeados e estão nas ruas. No próximo mês, 300 bombeiros serão integrados ao efetivo e, no segundo semestre, será aberto um novo concurso para a PMPE, com previsão de 500 vagas. Via: Folha PE

Site:Guia Pernambuco